terça-feira, 10 de junho de 2014


"Dizem-se clássicos aqueles livros que constituem uma riqueza para quem os tenha lido e amado; mas constituem uma riqueza não menor para quem se reserva a sorte de lê-los pela primeira vez nas melhores condições de apreciá-los."



Alguns dizem que Drácula seria uma metáfora para a relação de Stoker com seu patrão "sugador" de criatividade, outros, seria uma referência a Vlad, o Empalador, ou simplesmente ambos. Seja como for, a história se tornou um marco e habita os mais diversos corações negros pelo mundo, e agora, vamos lhes mostrar um pouco mais desse universo.


 O livro é dividido em diários e cartas que os personagens mandam entre eles, e a história, basicamente começa quando Jonathan Harker, namorado de Mina Murray, vai a uma viagem pela empresa a Transilvânia, para concluir os detalhes da compra de terras em Londres para Conde Drácula.


 " - Permita-me dar-lhe um conselho, caro e jovem amigo... Não apenas um conselho, mas uma advertência com toda a seriedade: se sair destes aposentos, em hipótese alguma adormeça em outras partes do castelo. Ele é muito antigo, evoca muitas recordações e há maus sonhos para aqueles que dormem imprudentemente. Está avisado! Se sentir sono agora ou em qualquer momento, ou se julgar que ele se aproxima, corra para seu quarto ou para estes aqui, pois poderá então descansar em segurança. Porém, se não tiver cuidado com isso, então... - Encerrou suas palavras de modo horripilante, pois moveu as mãos como se as lavasse. Compreendi muito bem, mas minha unica dúvida era a seguinte: poderia haver sonho mais terrível do que aquela fantástica e horripilante teia de ameaças e mistérios que me cercava?"



 Já dá para ter uma noção do que ocorre por ai, Harker sozinho em um castelo sem espelhos junto ao Conde, de onde se ouve lobos uivando a noite, não podendo deixar o estabelecimento.... belo jeito instigante para iniciar o livro, cujo se mostra ser bem mais do que parece, um mito sendo consagrado!!!


Vejam na internet, vejam nas tvs, vampiros para cá, vampiros para lá, até mesmo seriado desse astro sobrenatural pode ser visualizada por nós, a nova série da NBC, Drácula (poster abaixo).




Voltando ao livro, depois desse início arrematador, a história se desenrola em Londres. Contamos até mesmo com a presença de um ilustre caçador, que todos nós conhecemos, porém do jeito original: Van Helsing!!


Se eu falar mais, será spoiler, o que posso lhes dizer é que vale a pena, embora seja um livro do século XIX, há tantas coisas com um traço de modernidade que não tem como ficar perdido, Stoker realmente inovou, até mesmo nas transformações que o vampiro faz como morcego, algo relativamente novo, porque os morcegos que existiam na Europa só comiam frutas, foi somente quando se descobriu aqui nas Américas que alguns desses mamíferos chupavam sangue de animais, que logo o animal foi relacionado com o mito, pois antes só se achava que ele se transformava em lobos, gatos, entre outros.


"Um clássico é um livro que nunca terminou de dizer aquilo que tinha para dizer."


Essa frase de Ítalo Calvino nos diz bem sobre o que é Drácula. Um mistério....




 Não é a toa que é um clássico, pois sua influência se estende até os dias atuais das mais diversas formas, como nos livros de Anne Rice, com seu lindo e irresistível livro Entrevista com o Vampiro, cuja história é contada em uma entrevista de um repórter com Louis, nascido em 1766 e transformado em vampiro por Lestat. 

Considero esse livro essencial na lista dos romances vampíricos e super recomendo também ver o filme após a leitura, e se deliciar vendo bastante parte do que leu nas telas.


"O mal é sempre possível, e a bondade é eternamente difícil."



 Já que estamos falando de vampiros, não poderia deixar de citar o romance mais atual que fez um grande sucesso, Crepúsculo, um ícone polêmico. 

A história dele se consiste na desastrada Isabella Swan. Ela vai a Forks morar com o pai e lá acaba conhecendo nosso Edward Cullen. Bom, Stephenie com certeza teve a sacada de gênio ao criar a protagonista cheia de anseios como qualquer adolescente normal, fazendo-as se identificar com a personagem, e teve a audácia de recriar a lenda dos vampiros vegetarianos que apareceram no século passado. 

Embora muitos não gostem, tenho que admitir que Meyer fez um bom trabalho baseado em seu folclore pessoal, porém não é algo brilhante, nem esplêndido, é apenas a representação de um sonho sobrenatural nesta fase hormonal.


"Se você pudesse viver para sempre, pelo que você viveria?"





Finalizando com a imagem acima, vampiros são uma questão de percepção e crença pessoal, cada qual indivíduo o cita e cria da maneira que o convém para seus livros, agora escolha o que mais lhe agrada e se divirta com estes seres sobrenaturais pelas leituras noturnas a fora.


Black Kisses
Selene




Para mais informações sobre os livros citados acima, acesse: 
http://www.orelhadelivro.com.br/


by Bookníaco s 14:43 No comments

0 comentários:

Postar um comentário

Bookmark Us

Delicious Digg Facebook Favorites Stumbleupon Twitter

Search