terça-feira, 3 de setembro de 2013


                     Ah... o sete de setembro data para comemorar a independência do Brasil,
                     exaltar nosso querido herói D. Pedro I, que ergueu sua espada as margens  
                     do Ipiranga  frente de seu exército, se impondo ás tropas inimigas enquanto gritava
                    - Independência ou morte!!!
                   
                     ...Ou não...
                     Esqueça os livros de história e seus professores da terceira série
                     e aquele belo quadro no museu no Ipiranga representando nossa"independência"...
                     Ninguém sabe ao certo como foi, mas definitivamente não foi desse jeito.
                     Vamos aos fatos!


                     Primeiramente Dom Pedro I não foi contra sua própria pátria, como todos dizem,
                     e em um gesto heroico libertou a colônia, das mãos da metrópole.
                     Não, não e não!

                     Pra início de conversa, ele não proclamou a independência do Brasil por ser bonzinho,
                     tudo foi baseado em interesses das elites nacionais, colonizadoras e alianças com os ingleses
                     etc...

                     As diversas cartas enviadas por D. Pedro I, nunca incluíram nada
                     referente ao ocorrido de 7 de setembro. Inclusive em uma carta enviada pelo príncipe
                     aos paulistas, um dia após o suposto grito, ele não mencionou nada a respeito.

                   
                     Em outras cartas, escritas também por Pedro, até mesmo cartas enviadas a corte Lusitana
                     após 7 de setembro de 1822, não citam nenhuma palavra referente ao grito, ou a                                        independência.

                     Os Jornais da época também  não noticiaram nada a respeito, bom, pelo menos não no dia 7                        de setembro.
                     O Correio Braziliense, por exemplo, publicou o dia 1 de setembro como data da emancipação.                     
             Outros jornais publicaram outras episódios como o Dia do Fico ( 9 de 1822), 1 de dezembro                      dia da coroação dentre outras, mas nunca se falou nada de independência.
                   
                     Mas vamos a uma parte bem mentirosa da história, o tal quadro "O grito do Ipiranga"                                  de Pedro Américo ( artista que se quer nunca veio ao Brasil ), foi feito cerca de 66                          anos depois de 7 de setembro de 1822.

                     A cena em si não ocorreu, mas de qualquer forma, mostra um Dom Pedro ficcional, afinal,
                     ele montava em animal de carga ( provavelmente uma mula ), não um alazão.
                     E se vestia como tropeiro, não com uniforme militar.
                     E de acordo com registros históricos Dom Pedro estava com dor de barriga
                     MUITO forte no dia em questão, se é que vocês me entendem.

                                               Termino esse post com uma frase para reflexão

         
 "A história é escrita pelos vencedores. "
                                 George Orwell


Por Lycos,Obrigado.



Obs: Para saber mais sobre um dos livros literários mais bem conceituados sobre nossa história, acesse:
http://www.orelhadelivro.com.br/livros/105198/1822/



                   
                   



          
                             
by Bookníaco s 12:00 No comments

0 comentários:

Postar um comentário

Bookmark Us

Delicious Digg Facebook Favorites Stumbleupon Twitter

Search